Share This:

 

 

Férias na Alemanha com o objetivo de conhecer melhor Berlim, a cidade que estive por apenas três dias anteriormente e que me conquistou. Ao planejar esta viagem percebi que estava indo na época da oktoberfest. Não dava para desconsiderar a mais tradicional festa alemã e não incluí-la em meu roteiro.

Oktoberfest

Resolvi começar a viagem pela oktoberfest e reservei quatro dias para a cidade de Munique. Quem me conhece sabe o quanto eu destesto cerveja (me julguem) e pensei bastante se a festa seria divertida para mim. Como Munique é uma cidade linda – chegando lá vi que era mais lindona do que imaginava – fiz um check list do que gostaria de conhecer na cidade e planejei somente um dia para a oktoberfest. Já adianto que todos os dias em que estive por lá compareci na festa. ELA É SIMPLESMENTE INCRÍVEL!

A festa originou-se no início dos anos 1800 quando o então Rei da Baviera comemorou o seu casamento. A partir daí o festival faz parte do calendário alemão. E se tem coisas que os alemães gostam é de cerveja!

Posso dizer que não esperava tanto da oktoberfest porque não gosto de cerveja, achava que seria entediante olhar os outros beberem… Que nada. A festa é super animada! É composta por uma parte externa onde são instalados vários brinquedos no estilo parque de diversões e barraquinhas de comidas, bebidas e lembranças. É uma festa na qual toda a família comparece e o que mais vemos são casais acompanhados de seus filhos. Além da parte externa, local onde menos fiquei, há os pavilhões das tradicionais cervejarias da Alemanha. Nestes pavilhões há uma banda tocando desde músicas tradicionais alemãs até músicas mais conhecidas e populares para nós. Em torno do palco há inúmeras mesas. Conseguir uma mesa é missão bastante dificil e para isso o indicado é chegar cedo. Fui quase todos os dias a noite e os pavilhões já estavam lotados. Consegui sentar a convite, mas isso já é outra história….  😎

As cervejarias ficam lotadas!
Parte externa da oktoberfest.
Cervejaria
Mais cervejaria

Achei a festa extremamente alegre, com gente disposta a se divertir e ser feliz. Não vi brigas ou tumultos, coisas esperadas em um festival em que todos bebem e muito… Durante a semana a festa é bem lotada, porém tranquila. No final de semana achei beeeem mais cheia, inclusive de turistas, e foi mais difícil para circular. Aí sim tinha muita gente dando trabalho para as equipes médicas…

Além de divertida é extremamente organizada e foi muito, mas muito tranquilo chegar e sair. Aliás, a Alemanha tem todo o meu respeito quando se trata de transporte público. Sonho de consumo! Os alemães, extremamente alegres na festa, ao saírem da oktoberfest voltam para aquele perfil mais conhecidos por nós e seguem tranquilos para pegar o transporte público para casa. Outro sonho de consumo! Fui e voltei todos os dias de metrô e não tive qualquer problema. Munique é bem segura e foi tranquilo circular na cidade em qualquer horário.

No final das contas me diverti em quatro dias da oktoberfest, dancei, cantei, vi alemães lindos <3 e até experimentei a cerveja, claro. Só servem a caneca de um litro  😯 e até que achei gostosa… Outra coisa bem legal é que quase 100% dos alemães vão para a festa vestidos a caráter. A cidade vive intensamente o clima da festa, achei fofo! O ponto alto é quando a banda toca uma música para que todos brindem. É lindo de ver, de hora em hora, as pessoas brindando.

Caneca de um litro.
A minha cervejaria preferida… Como se eu entedesse muito! Mas era a mais animada!
Não é fofo?!

Por fim, preciso dizer que estou MUITO tentada a voltar no próximo ano. Ahhh se o meu dinheiro der….  😀

 

 

 

Luciana Almeida

Luciana Almeida

Sou uma carioca nômade. Adoro sentir o frio na barriga de conhecer um lugar novo.Assistente social de formação e viajante compulsiva nas horas vagas, meu objetivo é colecionar histórias e boas memórias de lugares, pessoas e culturas. Quero me jogar nos destinos e sonho com uma volta ao mundo. Viajar pode ser sozinha ou acompanhada, e o lugar pode ser qualquer lugar no globo. Afinal, o que importa é viajar cada vez mais.
Luciana Almeida
Oktoberfest em Munique
Classificado como: