Na última semana rolou no nosso facebook a indicação de 7 Museus para curtir em São Paulo. Procuramos oferecer dicas de museus com acervos variados, para quebrar a ideia do senso comum de que museu trata de arte e história somente…

Compilamos aqui nossas dicas, para facilitar a vida de quem precisar fazer alguma nova consulta. As dicas valem para turistas e também moradores. 

Ah, os nomes dos museus relacionados já possuem link que te levará diretamente ao site da instituição, para buscar maiores informações. 😉

Vamos lá… 

MASP

masp
Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/

Localizado na Avenida Paulista, num prédio reconhecido por sua arquitetura, ele acaba representando muito mais que um simples Museu: seu grande vão abriga manifestações dos mais diversos tipos, uma feirinha de antiguidade aos domingos, várias exposições e um teatro.
Este mês tem na programação “Oficinas de Desenhos da Infância”, a exposição “História da Infância” (além da exposição permanente que agora foi repaginada com a volta dos cavaletes), a exposição “Playgrounds” que é interativa e outras atividades culturais que rolam no teatro.

Museu do Futebol

museu-do-futebol
Fonte: http://spcultura.prefeitura.sp.gov.br/

Já faz muuuito tempo que futebol deixou de ser paixão só de homens. Muitas mulheres hoje debatem sobre o assunto com muito mais propriedade do que muito marmanjo (vejo isso em casa mesmo, pois minha mãe sabe tudo, enquanto meu pai sequer se interessa).
Num país como o Brasil não poderia faltar o Museu do Futebol, né?
Instalado dentro no Estádio do Pacaembú, o Museu tem exposições bem interessantes e midiáticas, aproximando mais o público e quebrando o conceito de que museu é uma coisa tediosa .
A nova exposição começa no próximo sábado, dia 09, e terá como tema “Futebol nas Olimpíadas”.  Já a exposição permanente conta com um acervo distribuído em 16 salas temáticas. Vale a pena conferir!

MIS

mis
Fonte: http://www.saopaulo.sp.gov.br/

Localizado no Jardim Europa, um bairro chique de SP (mas com fácil acesso pelo Metrô Fradique Coutinho).
Apesar de não ser um museu novo e contar com um riquíssimo acervo da cultura brasileira, passou a ficar mais conhecido devido às “mega exposições” que promoveu na atualidade: David Bowie, Castelo Rá-tim-bum e Tim Burton (essas duas últimas batendo record de público!).
A programação deles é bem vasta e vai desde cinema, exposições fotográficas, dança, cursos, exposições diversas, música, teatro, debates e etc. Uma coisa bacana que eles fazem é o programa de “Conexão Cultural”, um mix que reúne exposições, intervenções, arte urbana ao vivo, música e gastronomia. Tudo gratuito!
Ah, além de tudo isso, o espaço abriga um bistrô chamado Chez Mis que, apesar de não ser baratinho, é suuuper charmoso e tem pratos ótimos!
E então, está esperando o que para ir lá conhecer tudo isso, hein?

Museu da Imigração

museu-da-imigracao
Fonte: http://museudaimigracao.org.br/

Um museu é, por definição, um espaço onde se guardam objetos e coleções de interesse artístico, histórico, científico e etc.
Quer coisa mais importante para ser guardada do que as histórias das pessoas, aquele passado que as constitui enquanto ser social e cultural? O Museu da Imigração de São Paulo tem essa proposta.
Ele é sediado numa casa tombada pelo patrimônio histórico, onde antigamente existiu uma pensão que abrigou milhares de imigrantes. São esses registros que embasaram o começo do acervo, que hoje é super amplo.
Garanto que você vai gostar muito de buscar suas origens, de procurar o nome de sua família no gigantesco painel de madeira (com cerca de 14 mil sobrenomes das famílias estrangeiras de SP) e talvez se emocionar com os vídeos de depoimentos de imigrantes atuais. A exposição permanente é bem interessante!
O Museu também tem um acervo virtual onde é possível consultar documentos de imigrantes antigos, que pertencem ao Arquivo Público do Estado de São Paulo.
Aliás, como imigração é um tema super atual, vale ainda mais a pena desenvolver a empatia nesse sentido, né?
Esse mês eles propõem atividades e oficinas voltadas ao público infantil. Uma boa oportunidade para quem tem crianças em casa.
Ah, todos os anos, entre o fim de maio e começo de junho, eles promovem a Festa do Imigrante que também é bem legal, com várias atrações e comidinhas deliciosas.

Museu Afro Brasil

museu-afro
Fonte: https://www.facebook.com/museuafrobrasil.oficial

O Museu Afro Brasil faz parte da leva dos museus mais novos de São Paulo, tendo sido inaugurado em 2004, a partir da coleção particular do artista plástico baiano Emanuel Araújo. Ele fica dentro do Parque Ibirapuera e é possível casar um passeio com os dois juntos, como no post que fizemos no blog recentemente.
Os três pisos abrigam exposições temporárias (este mês são três) e permanentes, todas divididas em “eixos temáticos” que não tratam só de arte ou das religiões africanas, como alguns podem pensar. O acervo do Museu representa uma boa oportunidade para aprender um pouco mais sobre nossas origens e lapidar a empatia.
Junto ao espaço, existe ainda a Biblioteca Carolina Maria de Jesus, com obras especializadas em escravidão, tráfico de escravos, abolição da escravatura, da América Latina, Caribe e Estados Unidos.
Vale a pena visitar! 😉

Catavento Cultural e Educacional

catavento
Fonte: Google Imagens (autoria desconhecida)

Essa dica é mais do que um Museu, pois o Catavento Cultural e Educacional é um espaço super lúdico dedicado à ciência.
Mas ele não é um espaço exclusivo infantil, ou bobo, como alguns podem pensar… Exceto que você tenha sido o melhor aluno da turma nessa disciplina ou que saiba tudo da ciência, você também vai se encantar e se divertir muito!
Esse mês tem uma programação especial de férias e, por exemplo, de 09 até o dia 31 haverá a Oficina LIGHT PAINTING, para aprender a desenhar com luz nas fotos.
Sempre quis fazer fotos assim e nunca consegui… Acho que vou lá participar e aprender! 😀
Ah, um detalhe: a arquitetura do prédio também é linda e o acesso bem fácil com transporte público.

Museu de Arte Sacra

museu-arte-sacra
Fonte: http://www.museuartesacra.org.br/

O último museu a ser comentado na semana é o Museu de Arte Sacra de São Paulo, um museu que, injustamente, costuma ficar fora das indicações.
De fácil acesso a partir da estação de metrô Tiradentes, fica sediado num prédio super antigo (século XVIII), que é o Mosteiro da Luz, em uma de suas alas.
O Museu abriga um dos mais importantes acervos de arte sacra do Brasil. E considerando-se que temos um passado colonial e consequentemente, bastante religioso, falar de um museu de arte sacra é falar da história do país, independente da fé de cada um.
Quando estive lá, o que me impressionou foi a sala de “joias” da igreja… é muito “brilho”!!!
O Museu fica localizado na mesma região da Pinacoteca (a 500 metros dela, aproximadamente) e pode ser visitado no mesmo “combo” conforme indicamos no post de sexta-feira.
Ah, ali são distribuídas as famosas “pílulas do Frei Galvão”, que são pílulas com mensagens de fé.

 

E você, qual vai visitar primeiro?

Daniela Nogueira

Daniela Nogueira

Sou educadora da rede pública, mas é nas viagens que me realizo. Esse bichinho sempre esteve comigo, mas precisou que um ex namorado o alimentasse e foi com ele que aprendi a “conhecer o mundo”. Como todo pé na bunda te empurra pra frente, foi nessa situação que comecei a viajar sozinha, e nunca mais parei! Hoje já pisei nos cinco continentes e fiz roteiros que antigamente eram impensáveis. Os planos para o futuro? Dominar o mundo!
Daniela Nogueira

Últimos posts por Daniela Nogueira (exibir todos)

Share This:

Museus de São Paulo

Comentários

comentários

Classificado como: