Que o Brasil tem um litoral belíssimo todos já sabem, mas poucos se aventuram pelo interior do país para conhecer a beleza de seus lugares de água doce. Não, não falamos aqui simplesmente de cachoeiras, mas de locais que conseguem reunir uma paisagem sensacional, cores incríveis, com água absurdamente cristalina e deliciosos banhos.

Eu que adoro água, já me banhei em muitos lugares pelo país e posso atestar que esses são os meu TOP 10! Ah, os locais não são citados em ordem de preferência, e sim de visitação. Amei todos e não consigo classificá-los não! 😉

1. Praia do Pindobal – Alter do Chão – Pará

10

Alter do Chão é aquele lugar que quando fui, em 2012, ainda era bem pouco conhecido de muitos brasileiros. Mas só dos brasileiros, porque os estrangeiros, espertos que são, já conheciam aquilo tudo melhor que nós e inclusive o jornal britânico The Guardian elegeu Alter do Chão como uma das praias mais lindas do mundo.

E sim, isso tudo é água doce! E sim, isso é o rio Tapajós, parte da bacia amazônica! E sim, não tem mosquito na região por causa do PH da água que não permite sua reprodução. Água cristalina, numa temperatura morninha, que te faz entrar e não querer sair mais dela, até você ficar com os ombros e colo tostados do sol. Fora da temporada peguei dias muito tranquilos que me faziam ser a única dona do paraíso lindamente chamado de “Caribe Amazônico”. 

Alter do Chão, na baixa do rio Tapajós fica com várias praias lindas. Essa é apenas a mais representativa da ideia de que “parece praia do Caribe, mas não é”.

2. Rio Pratinha – Chapada Diamantina – Bahia

10-2

Não, essa foto não tem photoshop e nem filtro. O único filtro aqui foi o do sol que iluminou essas águas de um verde incrivelmente cristalino. 

O Fazenda Pratinha fica no município de Iraquara e tem um solo de formação calcária, formado por micro búzios que resultam nessa perfeição. Além do rio, existe também uma gruta para mergulho, mas essa parte eu não fui. Tem também uma tirolesa que te traz diretamente para essa beleza de água.

3. Poço Azul – Chapada Diamantina – Bahia

10-3

É tão lindo que parece surreal! É tão transparente e cristalina essa água que faz parecer rasa, mas não é! A profundidade desse poço varia dos 16 a cerca de 60 metros de profundidade. Podemos entrar na água com coletes que garantam a flutuabilidade e segurança. Uma pena que a permanência no local não seja livre (aproximadamente 30 minutos a depender de quantas pessoas tem no dia), mas ainda assim dá para curtir bastante e explorar com snorkel a parte mais ao fundo da caverna.

Uma curiosidade: dentro desse poço foram encontradas ossadas de animais pré-históricos, inclusive a ossada completa de uma “preguiça gigante”, animal pré-histórico que media cerca de 4,5 metros de altura e hoje se encontra exposta num museu que, se não me engano, fica em Minas Gerais. O poço fica no município de Nova Redenção e é bem distante das cidades “base”.

4. Rio da Prata – Bonito – Mato Grosso

10-4

O Recanto Ecológico do Rio da Prata oferece um passeio de flutuação por esse rio super cristalino que dura entre 3 e 4 horas. Vamos lentamente flutuando na água, observando várias espécies de peixes (como o dourado aparece na foto) e vegetação. É tão hipnotizante que mal percebemos que ficamos tanto tempo na água. 

Tudo é tão encantador na região que “Bonito” é pouco para definir o lugar!

5. Cânion Xingó – Canindé de São Francisco – Sergipe

10-5

O Cânion Xingó é resultado do represamento das águas do famoso Rio São Francisco, para a construção da Usina Hidrelétrica do Xingó. Com um barco vamos percorrendo essa beleza de cenário e em determinado ponto, onde as águas parecem ainda mais tingidas de verde, podemos tomar banho.

Indescretível se sentir pequena perante esses paredões de pedra e poder estar dentro das águas de um dos principais rios do país, que atravessa 5 Estados brasileiros em seus quase 3 mil Km de extensão.

6. Lagoa das Capivaras – Lençóis Maranhenses – Maranhão

10-6

Umas das maiores transformações de cenários da natureza acontece nos Lençóis Maranhenses, quando após o período de chuvas, várias lagoas ficam formadas pelo represamento / falta de escoamento dessas águas. Essa Lagoa fica no vilarejo de Atins, mais distante da base de Barreirinhas e foi a maior e mais linda que visitei na região.

Com o nível de água já baixo, haviam pontos de até 3 metros de profundidade! E para quebrar o silêncio, só o barulho do vento. Perfeito!

7. Poço Encanto Azul – Chapada das Mesas – Maranhão

DCIM102GOPRO

Daqueles lugares escondidos, no município de Riachão, de difícil acesso, mas que te faz ficar boquiaberta com a beleza! É tão lindo, é tão perfeito, que você só descobre que não está sonhando porque no buraco da caverna tem muitos morcegos e as fezes deles cheiram muito forte, te trazendo para a realidade. Mas não se preocupe, pois o visual supera o olfativo e você vai amar!

Um poço lindo com 8 metros de profundidade com muitos peixinhos… nem dava vontade de ir embora!

8. Poço Azul – Chapada das Mesas – Maranhão

10-8

Na mesma região do Poço Encanto Azul, ambos são formados pelas águas do mesmo rio, o Rio Cocal. Nesse poço, além das belas águas, temos várias pequenas quedas, que fazem a diferença entre este e o anterior.

Na propriedade em que se localiza do Poço Azul, existem outras seis cachoeiras também bem bonitas (mas não com essa coloração).

9. Cachoeira da Formiga – Jalapão – Tocantins 

10-9

Pequena, cristalina, com correnteza e no meio de uma vegetação linda, essa cachoeira ganhou meu coração. 

Somente mais um dos lugares super incríveis que o Jalapão possui para encantar seus olhos. Fica próxima do fervedouro Firmeza, no município de Mateiros. O tom da água é tão puro que nem precisa da incidência do sol para se destacar no meio da vegetação. Lindo demais!

10. Cachoeira Santa Bárbara – Chapada dos Veadeiros – Goiás

10-10

O conjunto da Santa Bárbara apareceu recentemente aqui no blog, com o post da Chapada dos Veadeiros (clique aqui e confira). É um dos principais cartões postais da região e estando lá descobrimos que não é sem motivo que isso acontece.

Lugar belíssimo! Água absolutamente cristalina e de uma cor encantadora, tanto que aqui está no top 10 Viajettes! 😉

Daniela Nogueira

Daniela Nogueira

Sou educadora da rede pública, mas é nas viagens que me realizo. Esse bichinho sempre esteve comigo, mas precisou que um ex namorado o alimentasse e foi com ele que aprendi a “conhecer o mundo”. Como todo pé na bunda te empurra pra frente, foi nessa situação que comecei a viajar sozinha, e nunca mais parei! Hoje já pisei nos cinco continentes e fiz roteiros que antigamente eram impensáveis. Os planos para o futuro? Dominar o mundo!
Daniela Nogueira

Últimos posts por Daniela Nogueira (exibir todos)

Share This:

10 Lugares de água doce no Brasil que são imperdíveis

Comentários

comentários

Classificado como: